Testemunhos

“Queria te agradecer e descrever o que penso e o que sinto sobre tudo o que envolveu o “Curso do Chicago” e o impacto que teve na minha vida e no meu modo de pensar, (vou tentar escrever um antes e um depois…).

Em primeiro lugar como sabes em Portugal tudo ainda é muito tabu e muito julgado num modo negativo e mesmo sendo usado um pensamento tacanho e ofensivo às mulheres que ousam fazer estes tipo de modalidade (mesmo para muitas pessoas que se consideram muito à frente). No início do Curso tudo é muito “ o que é que me espera”? O que vai sair daqui?!
É como fosse mais importantes as perguntas do que a própria coreografia. Mas, tal como eu pensava… Calma, respira, porque vai dar certo!

 

Tudo Tem o seu tempo e tudo tem o seu sentido, gostei da preocupação que tiveste em que nos identificássemos com as actrizes na vida real, (FAZER/SENTIR a ligação entre elas e a nossa personalidade). É um curso bastante completo no meu ponto de vista, pois representamos, dançamos, e metemos cá para fora toda a nossa sensualidade (seja com vestuário, posses, olhares, etc.), ficamos a nos sentir PODEROSAS, tal como tu nos ensinas no princípio.

No entanto tive muita sorte com as colegas que se tornaram amigas com quem tive o prazer de fazer o Curso e de o apresentar. Leva algum tempo a “arrancar” a deixarmos nos ir e a ficarmos um pouco confiantes…

Preparadas?!
Acho que faz parte nunca nos sentirmos preparadas a 100%.

Nervos?!
São poucos inicialmente, alguns durante e muitos na reta final… No dia, existe um frio miudinho que é brevemente aquecido com as roupas que nos vestem e nos fazem sentir umas bombas, os olhares mais curiosos sobre o que vai sair dali?! E um satisfação tremenda ver que realizamos uma etapa, que saímos do nosso mundo de conforto, para enfrentarmos algo que nem conhecido é no nosso País. A arte entre o querer e fazer, começasse a completar.

Uma dança com várias modalidades, mas com um único OBJECTIVO Sucesso.

O desejo que passamos a ter por nós, como mulheres e pensarmos que venha o próximo. O olhar fogoso que aprendemos a ter, torna se uma constante. Os pormenores como o simples esticar a mão, os pés ficarem em “pontas”, são truques que facilmente agilizamos no dia a dia e se torna um habito, elegante e requintado, são simples gestos que fazem toda a diferença. Uma modalidade que tantos tentam vulgarizar e que é tão enriquecido em maneiras de estar.”

Cátia Ribeiro

“Nada faz uma mulher mais bonita do que acreditar que ela é linda” Sophia Loren

E é isto que acontece nas nossas aulas de Chair Dance and Exotic Flow… Nas nossas aulas aprendemos a acreditar em nós…acreditar que é possível… mesmo quem nunca tenha dançado qualquer tipo de dança… aprender a conhecer a sensualidade da mulher, e deixei-me dizer-vos, todas as mulheres possuem. As aulas deram-me a confiança de que, acreditando… sou bonita… tenho sensualidade, com mais auto-estima. Sou linda!!! Obrigada Denise Do Carmo por não desistires de mim!

Rute Soares

"Danço por isso existo. Sim a dança faz parte do meu viver, onde consigo expressar de forma coesa e aplicada com a técnica do Contemporâneo. Ter a Denise, professora e parceira de dança nessa trajectória foi fundamental neste processo de aprendizagem. As tuas aulas e técnicas ajudaram me a desenvolver mais habilidade e agilidade ao dançar o Contemporâneo. Obrigado Denise pela tua entrega e dedicação em cada aula."
Marcos Sousa

Exotic Pole Dance & Polesco

Antes de iniciar as aulas na Stage_81 achava que tinha “dois pés esquerdos”, depois de 3 meses na escola participei num espetáculo!

Recebi muitos elogios e até disseram que parecia uma profissional! Quem diria! Obrigada à Denise por proporcionar um excelente ambiente durante as aulas, espírito de grupo e de união entre mulheres, é incrível! Espero poder continuar a dançar com vocês!

Raquel Smith

Exotic Pole Dance

O sentido da vida nasce, quando nos sentimos vivas… É assim que me sinto, quando ao fim do dia vou para as aulas… Sentir a leveza do varão…
A adrenalina do Exotic pole dance, ou a magia do burlesco.. deixa o sangue a ferver e os sentidos despertos para tornarmos os fins de noite mais fascinantes e os dias bonitos… Com o passar do tempo sentimos o vigor dos passos, a leveza do andar e a vontade do corpo balançar ao ritmo sempre caliente das músicas e das coreografias aprendidas em cada aula… que a cada dia se vai tornando mais automático e sai de uma forma natural, o que ao princípio parecia uma missão impossível, é hoje por hoje algo de natural aceitação…. A evolução tem sido natural, não deixando de ser dura, treino duro, mas batalha fácil… Obrigado a  Professora Denise do Carmo e as minhas colegas por estes momentos, que me têm tornado a cada dia uma pessoa mais e melhor realizada…

Patrícia Barbosa

Burlesque- Stilettos

No dia a dia da vida de hoje, deixamos sempre para depois o que realmente nos dá prazer e esquecemos-nos de nós próprias…sem percebermos vamos nos apagando aos poucos.

As aulas de Hot Heels fizeram renascer a mulher que já nem eu conhecia! Olhar no espelho olhos nos olhos e voltar a ter confiança, voltar a gostar do meu corpo tal como ele é, perceber que a ferrugem não se apoderou dos ossos e que dançar ainda faz parte de cada célula do meu corpo!

Poder dançar ao lado de tanta mulher lindas, todas tão diferentes e únicas e poder assistir à nossa evolução conjunta foi algo muito especial para mim. Ter o prazer de conhecer e aprender com a professora Denise, que mais que uma professora é uma amiga, que mais que nos ensinar a dançar nos faz brilhar de dentro para fora, que nos consegue mostrar e provar a nossa sensualidade, o nosso poder e confiança. Sem dúvida uma experiência muito gratificante e que aconselho a todas as mulheres!

Sara Rocha

Gostaria de deixar aqui a minha história, o meu testemunho, espero que seja uma mensagem de esperança, de força e de luta para quem se identificar com ela. Durante toda a minha infância/adolescência sofri de bullying relativamente ao meu “tamanho” e por isso durante muito tempo não sabia outra coisa se não odiar o meu corpo. Há cerca de 5 anos fui diagnosticada com bulimia nervosa, mas que os primeiros sintomas já apareceram quando tinha 12 anos. Mas o diagnóstico tornou-a real.

Portanto não podia deixar que este ódio que alguém o impôs pudesse controlar a minha vida, a minha auto-estima e principalmente a minha saúde. Tem sido uma luta desde aí, com altos e baixos, com recaídas, com dietas, com acompanhamento psicológico, mas este último ano foi o mais estável. Fiz coisas este último ano que seriam totalmente impensáveis há 5 anos! Tudo graças à Denise e à Stage 81, nunca vão existir palavras suficientes para agradecer!

Há 1 ano decidi arriscar, enviei um e-mail à escola Stage 81 a explicar que tinha muito baixa auto-estima, pouca confiança em mim própria e que era 2 pés esquerdos de chumbo, têm de me ver agora! Irreconhecível!!

A Denise dá-nos imenso apoio, estamos todas aqui com um só objectivo: Amarmos-nos! Aprendermos a libertarmos-nos, a expressarmos-nos! A olharmos-nos ao espelho, está sim era a parte mais difícil, mas tudo é um processo, um crescimento e este tem sido o melhor crescimento da minha vida! Aprende a gostar de ti pelo que és, nunca desistas de ti! Um muito obrigada à Denise e à escola!!

Sara Medeiros

 

Translate »
Translate »